Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Novos Secretários no Governo do RJ

Hoje pela manhã, Sérgio Cabral anunciou algumas mudanças no secretariado do seu governo.

O PDT auxiliará o Governador com Brizola Neto assumindo a Secretaria de Trabalho e Renda e Felipe Peixoto como secretário de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca.

Neto do líder político Leonel Brizola, integrou, em 2009 e 2010, a lista do DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) como um dos parlamentares mais atuantes do Brasil. Foi líder do PDT na Câmara, onde defendeu projetos de natureza trabalhista, como o aumento dos aposentados, a definição da política do salário mínimo, o fim do fator redução da jornada de trabalho e a PEC do trabalho escravo.

Administrador, formado pela Universidade Federal Fluminense e pós-graduado em Direito Público. Felipe Peixoto foi subsecretário regional em Niterói e o mais jovem vereador do município, onde foi o mais votado da cidade em 2008.

Votação Aumento de Salário dos Deputados, Senadores, Ministros, etc...

Quem votou a favor, quem votou contra, abaixo um resumo, segue também um link para ver a votação completa.



53a. LEGISLATURA
QUARTA SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA
SESSÃO EXTRAORDINÁRIA Nº 224 - 15/12/2010
Abertura da sessão: 15/12/2010 09:01
Encerramento da sessão: 15/12/2010 14:47
Proposição: REQ Nº 7575/2010 - REQUERIMENTO DE URGÊNCIA (PDC 3036/2010) - Nominal Eletrônica
Início da votação: 15/12/2010 12:51
Encerramento da votação: 15/12/2010 14:45
Presidiram a Votação:
Inocêncio Oliveira







Resultado da votação
Sim: 279
Não: 35
Abstenção: 3
Total da Votação: 317
Art. 17: 1
Total Quorum: 318
Este navegador não suporta Java.
Presidente da Casa: Michel Temer - PMDB /SP
Presidiram a Sessão:
Manato - 09:01
Jair Bolsonaro - 09:24
Manato - 09:47
Marçal Filho - 09:49
Inocêncio Oliveira - 10:54
Marçal Filho - 11:43
Rômulo Gouveia - 12:00
Inocêncio Oliveira - 12:14
Orientação
PmdbPtc: Sim
PT: Sim

tiroteios, ocupação nos morros e a opinião dos outros

Faz tempo que não escrevo, mas enfim, o últimos acontecimentos me chamaram um pouco a atenção.


O Fato é que ocupação nos morros do Rio de Janeiro deveria ter acontecido faz tempo. Ocupação sem violência para o morador, sem a posição trágica da Mídia, que acaba escondendo preconceitos.


Mas a ocupação aconteceu. Tivemos uma explosão de UPP e estas hoje contam mais ou menos umas 13 comunidades, com UPP.  Isso teria causado (segundo a Mídia) a ira de algumas facções que através de seus mandos teriam orquestrado toda a onda de incêndio aos ônibus e carros. O Governo entra em ação, a princípio com um grupo do CFN (Marinha) e a Polícia Militar. Mais tarde o Exército entra na briga (provavelmente para limpar o nome do fato ocorrido, e tomara que isolado, na Providência, anos atrás).


Sejamos sinceros, como moradores da Cidade do Rio de Janeiro, principalmente, estamos acostumados com a violência e sabemos muito bem da cultura de violência propagada em alguns morros. Material farto para qualquer s…